terça-feira, 2 de outubro de 2007

Do banho para casa, em 5 segundos

"Que preguiça, que sono. Não, eu não sou assim normalmente. Adoro ir para o sítio com minha fiel amiga Tekinha, farreamos e conversamos muito por lá. Ela é uma maltês, mais velha do que eu, e portanto mais sábia. Há um tempo atrás peguei trauma de banho e portanto só saio de casa para a pet se me colocarem no carro. Quando chego na sala de banho não preciso de nada para entrar na banheira. Não reclamo, não mordo. Mas na saída, corro para o portão, dispenso o carro e vou correndo para casa. É para não perder a chance de me exercitar um pouco e claro, para chegar mais rápido! Não posso fazer feio nos exercícios, minha mãe me mataria. Ao menos devo honrar o nome. Não tenho pingue, mas sou Pong."Pong

Um comentário:

Diana disse...

Realmente quem te vê nessa foto, pensa que vc é assim quietinho, mas honra o nome mesmo, né Pong??